header-photo

Eternal Sunshine of MY Spotless Mind


Hoje vi o "Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças" outra vez. É fenomenal o poder de identificação com os personagens, diálogos e conflitos deste filme. Pra quem não assistiu, esse filme é uma comédia dramática com pitadas de ficção científica, mas principalmente, uma história de amor. Uma historia de amor verdadeira com apenas um final feliz possível.

O conceito do"Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças" é bem simples, "Nós amamos quem nós amamos... e não à nada que possamos fazer..". Quem me conhece sabe que me refiro as vezes a isso como "química energética", uma coisa mais sutil que define os relacionamentos alem da atração física, sedução e outros fatores. 

Quando reflito sobre este filme, vejo o quanto ele é pertinente aos dias de hoje. Estamos todos jogados a solidão individualista urbana. Estamos a procura do nosso "Brilho Eterno", seja em filmes, romances, festas, etc... 

Podemos transcender o nosso entendimento e compreender o filme como algo alem de um relacionamento. Pois é, bem fritante isso. Mas o filme toca de uma maneira bem sutil na ideia de oportunidades e coisas que deixamos de experienciar ou nos afastamos só por que achamos que nos possa fazer sofrer. Em como preferimos viver em nossa zona de conforto (sim. também faço isso. não estou dando uma de inquisidor) deixamos de dar chances aos outros, não importando qual for o resultado. Não importa se vai ser bom ou ruim. Temos que parar de tentar controlar essas coisas. Não importa aonde vamos chegar, porque vamos chegar la de qualquer maneira. A dificuldade da jornada, isso sim, somos nós que decidimos.


A conclusão disso tudo é que precisamos reaprender a nos abrir, deixar a porta aberta para as infinitas possibilidades e principalmente para nossos finais felizes. Por tanto, depois de ver esse filme é bem importante você convidar alguem pra ir no cinema, aprender uma coisa nova, ir a algum lugar diferente ou até mesmo pedir alguma coisa diferente no Menu do seu restaurante preferido. Você nunca sabe oque pode acontecer ou oque esta perdendo. 

De onde tirei essa viagem toda? Desse dialogo!


Joel - Wait.

Clementine - What?

Joel - I don't know. Just wait. Just wait. 

Clementine - What do you want, Joel?

Joel - I don't know. I want you to wait for... just a while.

Clementine - Okay.

Joel - Okay. Really?

Clementine - I'm not a concept, Joel. I'm just a fucked-up girl who's looking for my own peace of mind.

Clementine - I'm not perfect. 

Joel - I can't see anything that I don't like about you.

Joel - Right now I can't. 

Clementine - But you will. But you will.

Clementine - You know, you will think of things, and I'll get bored with you and feel trapped... because that's what happens with me.

Joel - Okay.

Clementine - Okay.

Clementine - Okay. Okay.


Eae? Quer ir no cinema comigo? ;D

2 comentários:

Cissa Fraga disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cissa Fraga disse...

Okay.